Às vezes, assim que me sento na mesa do trabalho, sinto como se um tsunami estivesse começando atrás de mim e logo me perco na tonelada de demandas, e-mails, mensagens, notícias, boletos e faturas, operadoras de telefone me oferecendo mais aquela grande vantagem. Você corre, e a água está correndo atrás de você para te afogar. É preciso manter a mente acelerada para acompanhar esse mundão. Em janeiro, me propus a meditar todos os dias antes sentar na mtrês benefícios práticos do dia-a-dia que obtive com a meditação:

  1.    Confiança, autoestima e sono melhor


Sendo tragados pela selvageria do dia-a-dia, nos habituamos a olhar para fora buscando compreender as coisas. Começando a praticar os exercícios e olhar para dentro com calma, comecei a conseguir olhar para o exterior com muito mais segurança, calma, confiança e autoestima. Na correria, não percebemos, mas com a selva de concreto ao nosso redor, às vezes a conexão com a nossa própria natureza acabam se perdendo.


“Os ocidentais não dormem corretamente”, diz um grande Guru indiano. Dormimos preocupados, ansiosos, pensando nas contas não pagas. Exercícios de respiração e mentais têm me feito dormir como um bebê. Apesar de cansado às vezes, me sinto mais disposto!

  1.    Stress x Estar no presente


Eu admito. Sou o cara que cola~va~ atrás do carro dos outros na faixa da direita (e na faixa da esquerda). E quem não dá seta então? Certo dia, de repente, me vi dirigindo tranquilo, curtindo a música que estava tocando no rádio e aproveitando a vista. Eu mesmo me surpreendi, e percebi que estava mais presente no momento, do que preocupado com o futuro ou com o passado. Afinal, o que existe é o agora. E agora já passou.

Provado pela ciência como um redutor de estresse, a meditação diminui a atividade de uma parte do cérebro responsável pela distinção do “eu” do resto do espaço. O alívio tá bem aqui, dentro da nossa cabeça, quem diria?

  1.    Felicidade, paz e novos amigos


Outro grande ensinamento dos orientais para nós poderia ser colocado como algo do tipo: pare de procurar a felicidade em coisas e acontecimentos externos, ela está bem aí, dentro de você. “Quando eu conseguir aquele emprego, quanto fizer aquela viagem, quando conseguir o carro que quero...”. São todas coisas ótimas e que podem fazer bem, mas durante as últimas décadas, no ocidente, a gente adotou o hábito de ter para ser, e sempre num futuro que nunca conseguimos tocar. Com a meditação, tenho aprendido a ser, para ter, como consequência, como uma opção dentre várias outras.


E, ainda mais que isso, a estar presente no agora, e desfrutar da felicidade que me cerca nesse momento, não no “quando”, ou ansioso demais pelas preocupações da vida.

Certamente, outros benefícios virão, além também dos benefícios abstratos, que são da experiência pessoal de cada um. Descobri na meditação algo que é para todos os estilos de vida, de personalidade, além de fazer novos amigos com interesses e backgrounds muito diferentes dos meus, me permitindo flutuar por vários cenários diferentes.


E aí, bora meditar qualquer hora dessas?!

Abril 28, 2017 por rodrigo s

Deixe um comentário